https://itmidia.com/wp-content/uploads/sites/5/2019/01/facebook-whatspp-instagram.jpg

 

O Facebook quer deixar claro que é responsável pelos aplicativos que comprou em 2012 e 2014. Quando desembolsou, respectivamente, US$ 1 bilhão e US$ 19 bilhões para deter os populares Instagram e WhatsApp. E para isso, a companhia está “renomeando" os apps para acrescentar “do Facebook” a eles. Em resumo, o Instagram agora será "Instagram do Facebook", assim como "WhatsApp do Facebook”. O vocativo completo, por assim dizer, aparecerá na página de login dos serviços e na área de configurações.

 

A mudança foi, inicialmente, reportada pelo site The Information, que cita três pessoas familiares ao assunto para afirmar que o Facebook havia anunciado, internamente, aos funcionários dos dois aplicativos sobre os planos de reformulação das marcas.

 

“O movimento de acrescentar o nome Facebook aos apps foi recebido com surpresa e confusão internamente”, foi relatado ao The Information. Mark Zuckerberg, CEO do Facebook, estaria frustrado pela empresa-mãe não ganhar créditos suficientes pelo crescimento do Instagram e do Facebook. Representantes do Facebook confirmaram a mudança.

 

Até então, os aplicativos tinham operação independente e autônoma ao Facebook. A situação, agora, parece mudar. Segundo o The Information, fontes disseram que a mudança também seria resultado do pente fino regulatório que o Facebook tem passado nos últimos dois anos. Afinal, uma das críticas é que a companhia terá criado para si um monopólio de aplicativos de comunicação e redes sociais. Recentemente, o Facebook confirmou investigação sobre possíveis violações antitruste. Entre as questões que podem ser consideradas anticompetitivas estão as aquisições dos aplicativos.

 

O Facebook ainda não revelou quando a atualização dos nomes será entregue aos usuários antigos e novos.

 

Fonte: IDGNow